E se uma chave se transformar em suporte de casa de banho?

Muitas portas já abri. E agora?

Hoje 15 de Janeiro de 2021, estamos outra vez todos confinados em casa. Nunca tinha ouvido a palavra confinamento. Só passou a fazer parte do meu vocabulário em Março do ano passado e pelos vistos veio para ficar durante mais uns tempos.

A receita de hoje é uma receita com um grau de dificuldade nulo. A única coisa que precisa é sair de si, e olhar para os objetos com outros olhos e atribuir-lhe novas funções. Já diz o ditado se não caças com gato, caças com rato. É o que tento sempre fazer quando olho para o que está à minha volta.

Gostava só de partilhar convosco um desabafo antes de partilhar a receita. A escolha da chave foi propositada. A chave representa o encerramento ou abertura de ciclos. Nós estamos encerrados em casa. E que tal, com este encerramento pensarmos quais são as futuras chaves que vão abrir novas portas, janelas e novas formas de estar. A sensação de estar preso dentro de casa pode ser estranha, mas mais do que nunca é uma obrigação moral para que a humanidade consiga ultrapassar este ciclo. Tudo tem um princípio, um meio e um fim. Por isso este ciclo também se vai fechar.

Pensem que a chave que hoje vos trouxe é um símbolo de esperança, amor, transformação e de muita coragem para enfrentar tudo aquilo que ainda está para vir. Pois desculpem, mas não vamos todos ficar bem se não mudarmos a forma de agir. Não vamos ficar todos bem se continuarmos a olhar só para o nosso umbigo. Não vamos ficar todos bem se não formos mais empáticos. Não vamos ficar todos bem se não formos mais humanos. Vale a pena pensar nisto.

Ingredientes:

  • 1 chave com abertura;
  • Palha de aço;
  • 1 parafuso;
  • 1 bucha;
  • Berbequim;
  • Brocas de pedra;

Modo de preparação:

A receita começa com a escolha da chaves e a sua limpeza com palha de aço. Normalmente as chaves antigas costumam ter alguma ferrugem. E para retirar a ferrugem só tem de passar palha de aço. Vão ver como resulta.

De seguida tem de escolher um parafuso e uma bucha com a medida da chaves. Muito importante, não esquecer que a chaves tem de ser aberta para conseguirmos fixar na parede.

Depois é só pegar no berbequim e na broca de pedra com o tamanho da chave e escolher o local onde fixar a chaves. Dica, escolham a junta dos azulejos se forem colocar na casa de banho, pois se tentarem furar o centro do azulejo correm o risco de este se partir. Depois de escolher o local é só furar, colocar o parafuso na bucha e colocar a chave rodando-a, a até esta ficar fixa. E “voilá”, passaram a ter um suporte único, original e que vos obriga a pensar que existem muitas coisas que podemos transformar. A primeira, nós mesmos.

Boas Transformações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *